Hotéis dos EUA oferecem pacotes de ‘desintoxicação digital’

Comentário da matéria “Hotéis dos EUA oferecem pacotes de ‘desintoxicação digital’”

Portal G1, 09 de julho de 2011.

 

Você já deve ter ouvido alguém falar: “Não quero nem ligar meu computador nestas férias”. Esta é a realidade de quem tem a conexão à internet como uma prática de seu cotidiano e que precisa, às vezes, de uma desintoxicação digital.

Em um país como os Estados Unidos, em que a taxa é de 106 computadores para cada 100 habitantes, os hotéis tem apostado nos pacotes de desintoxicação digital. A proposta é que os hóspedes deixem do lado de fora seus smartphones, tablets e todos os aparelhos tecnológicos que não são largados no dia a dia, e mergulhem em momentos de descanso, livres da tecnologia.

Na reportagem “Hotéis dos EUA oferecem pacotes de ‘desintoxicação digital’’, o portal G1 entrevistou a psicóloga Marina Vasconcellos, terapeuta família e de casal pela UNIFESP. Para ela, os hotéis podem ser uma chance das pessoas voltarem um pouco ao mundo real e ao contato físico uma com as outras e ao autoconhecimento.

“Todos estes pacotes podem ser saudáveis, mas é importante que todas as pessoas tentem fazer um pouco de reeducação digital em seus cotidianos”, diz a psicóloga.

Em um país extremamente digitalizado e conectado como os Estados Unidos, as férias da internet são necessárias. O excesso de atividades sempre provoca estresse, a chamada infoxicação, e é preciso dar uma pausa no cotidiano, procurando programas saudáveis.

No Brasil, em que o índice é de 44 computadores para cada 100 brasileiros, ainda há tempo para resgatar o computador como fonte de aprendizado e ferramenta de trabalho. Com incentivos ao uso correto do computador, o processo de convergência digital do Brasil pode ocorrer de forma mais benéfica e sem danos a saúde da população.

 

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU