Automação pode mudar perfil de milhões de trabalhadores

Até 375 milhões de pessoas, a maioria nos países desenvolvidos, podem mudar de emprego até 2030 como consequência da automação, segundo um estudo realizado pelo McKinsey Global Institute. Abrangendo 46 países, o estudo analisa aspectos como a produtividade e o crescimento, os recursos naturais, os mercados de trabalho, o impacto econômico da tecnologia e da inovação, e a urbanização.

Os pesquisadores concluem que a difusão da automação, termo que inclui o uso de robôs e de inteligência artificial, irá gerar mudanças no emprego, mas não será um apocalipse. O grau em que essas tecnologias substituirão os trabalhadores dependerá do “ritmo do seu desenvolvimento, do crescimento econômico e do crescimento da demanda de trabalho”.

Entre os 46 países analisados, há aqueles onde a proporção de horas trabalhadas que serão automatizadas daqui a 2030 é quase inexistente, até outros onde chegarão a um terço do total.

No Brasil, essa proporção estará em torno de 15%, enquanto no México, em 13%, na Colômbia e no Chile, em torno de 11%, na Argentina, acima de 10%, na Costa Rica, ao redor de 9%, e no Peru, acima de 7%.

FOTO: THINKSTOCK

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU