Smartwatches para crianças estão proibidos na Alemanha

O órgão regulador do setor de telecomunicações da Alemanha proibiu a venda de smartwaches com função de monitoramento destinados a crianças. Segundo a Agência Federal de Redes, os dispositivos invadem a privacidade ao poderem ser usados para monitorar terceiros.

O órgão regulador já baniu – pelo mesmo motivo – uma boneca conectada à interneta. Ela também era capaz de gravar e transmitir conversas da criança e seus arredores sem ninguém perceber.

Para Ken Munro, especialista em segurança, essa decisão pode ser uma revolução para dispositivos conectados à internet, já que hoje não existe uma regulamentação bem estruturada para o que é conhecido como “internet das coisas”.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU