Pesquisadores analisam Instagram para detectar depressão

Um estudo divulgado pelo jornal EPJ Data Science mostra que aspectos relacionados à saúde mental de quem usa o Instagram podem ser observados a partir de tendências e padrões involuntários observados em posts na rede social. Isto é, fatores como tons de cor, filtros, saturação e brilho da imagem podem dar indícios de depressão.

Para a pesquisa, foram analisados 43.950 mil posts de 166 voluntários e usuários da rede social, a fim de identificar e prever sintomas de depressão.

A conclusão da análise indica que fotos publicadas por pessoas com depressão tendem a ser mais azuis, mais escuras e com mais tons de cinza. Quanto maior a quantidade de comentários recebidos em um post, maior a probabilidade de terem sido publicados por pessoas com depressão.

Uma frequência maior de posts na rede social também foi associada à depressão. E, por último, pessoas depressivas são mais propensas a publicar selfies e menos propensas a aplicar os filtros às imagens publicadas.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU