Toyota lança robô bebê para despertar instinto maternal no Japão

 

Conhecido como um dos países mais industrializados do mundo, o Japão também sofre com a descrença de seus cidadãos que não estão muito dispostos a ter filhos. Há uma queda no número de nascimentos que tem preocupado autoridades.

O recurso pensado por uma companhia para resolver esta questão não poderia ter sido outro a não ser utilizar a própria tecnologia. A Toyota, empresa do ramo automotivo, também possui projetos em outras áreas, um deles é a robótica.

Chamado de Kirobo Mini, o robozinho simpático foi criado para ser um bebê sintético e, assim, despertar o instinto maternal nas mulheres japonesas. Ele cabe na palma da mão e tem um rosto bem amigável, com olhos que piscam e uma voz parecida com a de um bebê.

“Ele balança um pouquinho e isso é feito para imitar um bebê sentado, que não desenvolveu totalmente a capacidade de se balançar sozinho. Esta vulnerabilidade é feita para evocar uma conexão emocional”, explicou o engenheiro-chefe de projeto, Fuminori Kataoka. O plano é começar a vendê-lo no ano que vem por um valor de 38.800 ienes (cerca de R$ 1.230).

A Toyota também possuiu outras invenções parecidas, como o robô Paro, que funciona como um terapeuta. Ele é uma foca robótica que tem o objetivo de acalmar pacientes mais velhos que sofrem com problemas psicológicos.

Já que é difícil encontrar pessoas para tocar o lado emocional de outras, o jeito foi desenvolver máquinas para atuar nesse propósito. Nada mal – e já de se esperar – que venha de umas das nações que mais fornecem tecnologia ao mundo.

 

 

*Assunto baseado na reportagem do jornal Valor Econômico

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU