“Quero ser o investidor dos Netflixs, dos Googles e dos Facebooks brasileiros”

 

A frase do título resume a ambição do empreendedor Romero Rodrigues, o fundador do Buscapé. Entenda por que ele acredita que a atual crise brasileira é o melhor momento para as startups do nosso país.

Depois de vender o Buscapé para a Naspers em 2009 por US$ 340 milhões, Romero focou em outras atividades do empreendedorismo e se tornou recentemente associado do Redpoint eventures, fundo americano de investimento de capital de risco do Vale do Silício. O principal motivo para se tornar sócio é por acreditar na “melhor safra de empresas de internet brasileiras nos últimos anos”.

Para ele há três fatores que ajudam as startups a crescerem neste momento de crise: 1. Fica mais fácil acessar profissionais talentos (já que muita gente foi demitida). 2. Grandes empresas paralisam projetos que poderiam neutralizar as empresas iniciantes. 3. A mudança vem do lado do consumidor. É na crise que hábitos (antigos) morrem. Ele cita o exemplo de seu pai que passou a utilizar o Uber X e pagar a metade do preço que antes era para o táxi.

Uma questão que me identifiquei bastante com Romero, além dele ter como inspiração Steve Jobs e como ele mesmo diz: “Steve Jobs não era um mau chefe. Ele estava apaixonado por aquilo e pensava que se ele não fizesse logo, alguém iria fazer antes”. Romero cita que uma grande falha frente ao Buscapé foi não se preocupar em transmitir a cultura corporativa de forma organizada. “Um dia, passei por todos os andares da empresa e fiquei desesperado. Ninguém sabia o que estava fazendo e a empresa estava cheia de guetos. Foi um processo longo para melhorar a moral e o clima”, relembra.

Acredito muuuuito na importância de se manter uma cultura sólida. Me atrevo ainda a dizer que o sucesso de uma companhia está diretamente ligado a questão de sua cultura: no zelo de se manter firme aos seus princípios e sempre claramente entendida por  todos os seus colaboradores.

 

 

 

*Assunto extraído da Revista Isto É Dinheiro

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU