Empresa que planeja tirar Android do Google recebe US$ 80 milhões

Os rumores indicam que o Google quer cada vez mais exercer controle sobre o Android, e na contramão, o Android se esforça para ‘ficar livre’ dessa gigante tecnológica.

Se os planos derem certo, será uma empresa chamada Cyanogen que conseguirá esse feito. “Nós vamos tirar o Android do Google“, afirmou o executivo a frente da empresa, Kirt McMaster.

Tudo começou em 2009 quando o programador Steve Kondik criou uma versão modificada do Android. Assim o telefone eliminava apps e recursos pré-instalados nos aparelhos e tentava tirar o melhor do hardware, além de deixá-lo livre das amarras do Google, das operados e fabricantes.

Já que o projeto tinha código aberto, Kondik resolveu criar uma empresa para distribuir melhor a plataforma, e é claro, também lucrar com ela. O tempo passou, e nessa semana a Cyanogen anunciou que recebeu US$ 80 milhões de investimento de um grupo formado por parceiros como Twitter, Telefônica e o magnata Rupert Murdoch.

O Google com certeza não quer perder seu espaço, mas também é visível que o Android já há algum tempo quer ter ‘vida própria’. Essa disputa, ou melhor, essas estratégias de desprendimento, prometem.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU