Teles avançam em serviços pela nuvem

Comentário da matéria “Teles avançam em serviços pela nuvem”

Jornal Valor Econômico

 

Quando você pensa em contratar um serviço na nuvem de qual empresa você se lembra?

Uma pesquisa da consultoria Frost & Sullivan afirma que no topo da lista das marcas mais lembradas como fornecedoras de serviços em nuvem estão: Google, lembrado por 57,9% das empresas, seguido por Microsoft (43%), Amazon (39,7%), IBM (29,8%), Locaweb (23,1%), UOL Diveo (21,5%) e Cisco (10,7%0.

Enquanto isto, as teles são pouco lembradas. Porém, a mesma pesquisa mostra o forte interesse das operadoras em reforçarem seus investimentos na área de serviços em nuvem, com a certeza de que este segmento será o que mais vai crescer nos próximos anos. De acordo com a Frost & Sullivan, o mercado de nuvem expandirá 74% em receita este ano no país, para US$ 302 milhões, e se manterá em um ritmo acelerado de expansão, alcançando US$ 1 bilhão em 2016.

Sinal das novas pretensões das operadoras estão os cases da Telefônica, que fez um investimento de cerca de R$ 400 milhões com a instalação de um centro de dados em Santana do Paranaíba (SP), e da OI que fez parcerias estratégicas com a Portugal Telecom e também com a empresa alemã SAP para ampliar o serviço. A Embratel também reforçou sua atuação com a instalação de um centro de dados em São Paulo, com recursos de R$ 100 milhões.

Tais números, citados pelo Jornal Valor Econômico, demonstram o quanto todos os players estão sintonizados na tendência de computação em nuvem. Sai na frente não só os fornecedores que oferecem um serviço de qualidade, mas também as micros e pequenas empresas que se adaptarem a esta nova realidade. Você já se adaptou a esta nova regra da computação?

 

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU