Big Brother Obama

Comentário da matéria: Big Brother Obama

Revista Info

 

A reeleição de Barack Obama como presidente dos Estados Unidos repetiu a dose de inovação no jeito de se fazer campanha política. Se há quatro anos, o uso das redes sociais foi o grande diferencial, desta vez, em 2012, foi utilizado a tecnologia de big data na conquista de votos.

Inspirado nas novas tendências do marketing, nomeada de microsegmentação, a equipe de Obama apostou em um banco de dados repletos de minuciosas informações destinadas à públicos específicos.

Entenda melhor ao deparar-se com o exemplo citado pela Revista Info: “Imagine uma mãe de duas crianças que vive em uma cidadezinha no estado de Ohio, no centro-oeste dos Estados Unidos […] Ela costuma tuitar sobre o meio-ambiente e ainda mantém uma página no Facebook sobre comida orgânica. A campanha mandaria para ela e-mails da Michelle Obama sobre as políticas ambientais planejados pelo presidente e sobre educação pública”.

Definitivamente, acabou-se a era das massas. Não basta fazer propaganda em horário nobre. É preciso comunicar-se diretamente com o cidadão. Para isto, é tão íntimo o contato entre as novas tecnologias e as ferramentas de marketing, seja para fins de consumo ou para uma campanha política.

Vivemos uma era em que conhecer o indivíduo, com todas as suas particularidades, torna-se um grande patrimônio. Entretanto, não basta o preenchimento de fichas, mas o uso estratégico deste conteúdo. Obama e sua equipe nos inspiram a agirmos diferente e entendermos a nova lógica do mercado.

 

 

 

 

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU