Os perigos da inteligência artificial

Para o físico Stephen Hawking, a inteligência artificial traz tanto oportunidades quanto temores. Na abertura do Web Summit, maior conferência de tecnologia da Europa, ele afirmou que todos os aspectos de nossas vidas serão transformados com a tecnologia. Mas ainda não se sabe se seremos beneficiados ou destruídos por ela.

E qual seria a saída para garantir que a inteligência artificial atue de acordo com os interesses da humanidade? Hawking diz que precisamos estar a par dos riscos, identificá-los e implementar as melhores práticas de gestão possíveis.

Segundo o físico, a criação de regras de governança globais é necessária. Caso contrário, “ela pode se mostrar a pior invenção da humanidade”.

Para Hawking, é momento de agir: sair da discussão teórica de como ela deve ser e ir para a ação para garantir que ela seja o que queremos. Ainda de acordo com ele, nós estamos à beira de um admirável mundo novo. “É um local excitante, ainda que precário, quando se é um dos pioneiros”.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU