Gelo combustível como fonte de energia do futuro

A China se transformou no primeiro país capaz de extrair do fundo do mar gelo combustível, uma matéria-prima que pode ser a grande fonte de energia do futuro, ainda que alguns cientistas alertem sobre seus perigos.

As autoridades chinesas comemoram a primeira extração, obtida recentemente em plataformas de extração sobre águas do Mar da China Meridional, como um grande marco do desenvolvimento tecnológico do país. Durante oito dias consecutivos em meados de maio, foram extraídos 8.350 metros cúbicos diários desta possível fonte de energia que pode levar a uma revolução energética.

O diretor de Explorações Geológicas, Li Jinfa, determinou que a China pode ter reservas de gelo combustível equivalentes 80 mil toneladas de petróleo, suficientes para suprir todas as necessidades energéticas do país durante quase 20 anos.

O gelo combustível é uma matéria que combina moléculas de água e gás natural, sendo uma fonte de energia bastante limpa e encontrada em grandes quantidades. Descoberto pela primeira vez na União Soviética nos anos 1960, esta fonte de energia tem o aspecto do gelo, mas, ao ser fundido e despressurizado, gera água e gás natural.

No mundo todo, se forem aperfeiçoadas as técnicas de extração e de obtenção de energia,  algo que poderia demorar entre 10 e 30 anos, poderia haver reservas para garantir mil anos de consumo energético global.

No entanto, existem muitas dúvidas sobre esta possível fonte de energia, pelos possíveis danos ao meio ambiente que sua extração em grande escala poderia causar.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU