Facebook vai mudar aplicativos

 

Enquanto o WhatsApp anunciou que vai deixar de cobrar a taxa anual de seus usuários, o Instagram disse que vai expandir ainda mais o seu modelo de publicidade. As plataformas do Facebook estão mudando seus modelos de negócios.

Anualmente o WhatsApp cobrava US$ 0,99 dos seus usuários. Nesta semana a empresa divulgou que vai abolir a cobrança e vai se concentrar em fazer com que as empresas paguem para conversar com seus cerca de 900 milhões de usuários. Essa é na verdade apenas uma das vertentes do que pode vim por aí.

Como descrito na reportagem do jornal, um blog escreveu também que “isso pode significar que a pessoa poderá se comunicar com seu banco sobre a possibilidade de uma recente transação ter sido fraudulenta ou não, ou com uma companhia aérea sobre um voo atrasado”.

Enquanto isso a outra companhia que pertence ao Facebook, o Instagram, disse que vai acelerar o seu modelo de publicidade e intensificar seus esforços junto às pequenas empresas e usuários de fora dos Estados Unidos. Uma tentativa de que não só as grandes empresas anunciem na rede social.

Muitos profissionais usam o WhatsApp nos negócios, a maioria de maneira informal e sem muita noção ao certo de seu uso equilibrado. Em vez de ter o aplicativo como um grande aliado, ele se torna um incômodo para os clientes. Um apoio da própria empresa neste sentido pode ser promissor para ambas as partes.

Com seus milhões de usuários e tantas pessoas no mundo que definitivamente já não imaginam uma vida sem o WhatsApp, chegou a hora de Mark Zuckerberg e sua equipe transformar toda essa relevância, em receita.

 

 

*Assunto extraído do jornal Valor Econômico

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU