O futuro da medicina está no seu smartphone

Eu me surpreendo como a tecnologia é capaz de beneficiar as mais diversas áreas, e me entusiasmo principalmente por acreditar que ela pode transformar setores carentes de investimento e desenvolvimento, como acontece na medicina brasileira.

Através de tecnologias digitais inovadoras, computação na nuvem e aprendizado mecânico o smartphone poderá revolucionar vários aspectos da medicina, como nos hospitais e laboratórios. “Será possível reduzir consultas médicas, cortar custos, acelerar a velocidade do atendimento e dar mais poder aos pacientes”, cita a matéria.

Alguns exemplos de tecnologias que já existem:

  • Através de seu smartphone você pode tirar uma foto, por exemplo, de uma coceira em sua pele, e enviar para o aplicativo. Dentro de poucos minutos, um algoritmo dedicado envia um texto com o diagnóstico.
  • Smartphones já são utilizados para medir pressão sanguínea ou mesmo fazer um eletrocardiograma.

E o que ainda está sendo desenvolvido:

  • Uso no corpo de sensores sem fio poderá permitir que o smartphone gere dados médicos, incluindo taxa de oxigênio no sangue e níveis de glicose, pressão arterial e batimentos cardíacos.
  • Dispositivos de vestir, como colares que monitoram a função cardíaca e checam o volume de fluídos dos pulmões; ou bandanas que podem capturar ondas celebrais.

Sim, há esperança que a saúde do nosso país possa melhorar, e a tecnologia pode ser uma ferramenta essencial para isso acontecer. A união de empresários, universidades e o setor público tornam-se fundamental no desenvolvimento dessas ferramentas e na sua execução final. Que juntos possamos colaborar com o Brasil, eu estou pronto! 

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU