Centro e direita avançam mais na internet

Dos candidatos, quem soube utilizar melhor as redes sociais?

Os pesquisadores Malena Rodrigues, Antônio Barros e Cristiane Barbosa, do Centro de Formação da Câmara dos Deputados (Cefor) realizaram um estudo sobre a participação ativa e qualitativa dos partidos durante parte destas eleições.

O Jornal Valor Econômico veiculou os pontos principais desta análise e mostra as considerações finais do trabalho: “os partidos de direita e centro-direita possuem os websites com maior número de ferramentas de interatividade com o público em geral (e-mail, boletim eletrônico, enquetes e redes sociais)”.

Apesar deste posicionamento, a pesquisa é enfática, “ainda há muito que avançar”. Destacam-se como pontos frágeis, a taxa de resposta de e-mails que é muito baixa, quase nula, e a interação com os eleitores nas redes sociais. “Presença virtual não basta, é preciso ter presença e intensidade”, diz Marcus Gomes Pereira, professor da Universidade Federal de Minas Gerais.

A pesquisa é um indicativo de quanto temos que aprimorar nossa experiência nas redes sociais. Seu caráter colaborativo e interativo propiciará mais interlocução entre eleitor e eleitorado, fortalecendo ainda mais o exercício democrático. Esperamos ainda mais debate nas próximas eleições, com discussões saudáveis e participativas.

Fonte: Jornal Valor Econômico

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU