Wi-fi no quarto é mais importante que boa ducha

Comentário da matéria “Wi-fi no quarto é mais importante que boa ducha”

Jornal Valor Econômico

Se você viaja muito, não deve ter estranhado este título. Chegar a um hotel e ter a internet é sinal que mesmo em outra cidade você poderá manter contato. Se for uma viagem a negócios, daí é mesmo imprescindível manter-se conectado ao trabalho.

Tudo bem que aqui cabem crítica quanto ao desapego à máquina, porém a viagem de negócios corresponde a grande parcela do turismo no Brasil. Talvez, por isso, ter a internet no pacote básico é primordial para o hóspede no Brasil.

Esta realidade é comprovada por meio da pesquisa feita com 1.113 hóspedes em 24 Estados e no Distrito Federal, entre julho e setembro deste ano, pela Mapie, firma de consultoria com meia década de atuação.

O estudo deixa claro que na indústria hoteleira, o item mais importante do hóspede que viaja a negócios – parcela responsável por 66% do movimento nos empreendimentos urbanos – é o acesso à rede mundial de computadores.

Outra informação importante é que o hóspede de negócios no Brasil é formado majoritariamente por homens (70%), com 30 a 40 anos de idade (38%), têm curso superior ou pós-graduação (85%) e ganha entre R$ 8 mil e R$ 15 mil mensais (32%).

Goiânia também recebe muitos hóspedes que vêm a nossa capital com interesse de comerciais. Focar nestes  homens de negócios oferecendo internet com alta velocidade é imprescindível para abastecer o turismo local. Mas afinal, será que a internet não é bem-vinda em algum estabelecimento?

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU