WhatsApp e concorrentes irritam telefônicas e Facebook

Comentário da matéria “WhatsApp e concorrentes irritam telefônicas e Facebook”

Jornal Valor Econômico

 

Cada dia é mais fácil encontrar usuários de smartphones e, com a popularização dos aparelhos, as pessoas se acostumam ao uso constante dos aplicativos.  WhatsApp, WeChat e KakaoTalk são alguns dos aplicativos mais baixados e que permitem aos seus usuários bater papo on-line, instantaneamente e gratuitamente com outras pessoas da sua rede. Este serviço revoluciona a forma de comunicação e tem ganhado adeptos em todos os cantos do planeta.

Tudo parece perfeito, mas estes novos canais de comunicação incomodam os gigantes do mercado. De acordo com dados apresentados pelo Jornal Valor Econômico, da pesquisadora de mercado Ovum, o crescimento dos aplicativos de textos subtraiu das operadoras US$ 23 bilhões em receita ao fim de 2012.

O que fazer? Grandes nomes estão fazendo aquisições no mercado de apps de mensagens. O Facebook comprou a empresa novata de mensagens móveis Beluga, em 2011, e recentemente manifestou o desejo de comprar a WhatsApp. A Deusche Telekom investiu US$ 7,5 milhões no aplicativo de mensagens Pinger. A SK Telecom, maior operadora de celulares da Coreia do Sul, também comprou uma fatia de 50% na subsidiária japonese da Kakao Corp. Já a Samsung estreou seu próprio aplicativo de mensagens, chamado ChatOn.

Em tão pouco tempo, percebemos a evolução do mercado. Os negócios são mutantes e devem, acima de tudo, entender qual é o foco do consumidor. Peter Deng, diretor de gestão de produto do Facebook, que cuida das aplicações de comunicação, disse que os apps de mensagens não eram um grande foco até dois anos atrás, mas hoje ele gasta 75% do seu tempo pensando sobre mensagens em aplicativos.

Novas tecnologias nos desafiam. Empreendedores devem inspirar e expirar inovação, em um exercício contínuo de prever tendências, ser flexível às mudanças e estar sempre pronto para atitudes novas. Acompanhar todo este turbilhão de acontecimentos nos faz estar atentos e preparados para o que há por vir.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU