A Nova Revolução Industrial

Comentário da matéria “A Nova Revolução Industrial

Revista Isto É Dinheiro, 08 de julho de 2011

 

A Revista Isto É, na edição do dia 08 de julho de 2011, na matéria “A Nova Revolução Industrial”, revela a experiências de diversos cientistas, seja nas universidades ou não, que tem se dedicado a cópia fiel de produtos, em terceira dimensão.

Parece ficção científica não é mesmo?

Obtém destaque na reportagem as empresas de diferentes portes, em diferentes países, incluindo o Brasil, que fabricam produtos em plásticos, metal e até titânio. Este novo método é mais eficiente no uso de matérias primas e permite a produção em baixa escala. Os produtos mais comuns são equipamentos eletrônicos, celulares, peças de automóveis e outros.

As impressoras 3D, como são chamadas, são os sinais mais marcantes de uma revolução na forma de se fazer negócios. Em breve, “as peças copiadas” devem estar mais baratas e por fim popularizadas. Segundo a matéria, será comum verem as pessoas em vez de comprar produtos, optarem por fazê-los em casa.

Toda esta história se resume em única palavra: inovação. Cientistas e estudantes apostam em suas idéias, acreditam nelas e são incentivados por toda uma comunidade. A cultura da inovação permite que a roda da invenção gire, trazendo resultados valorosos a todos os envolvidos. A aproximação das universidades com as empresas é um dos maiores estimuladores da inovação, e será através deste relacionamento que diversos campos serão explorados.

 

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU