Primeira pílula digital aprovada nos EUA gera debate

Os Estados Unidos aprovaram, pela primeira vez, uma pílula digital. Trata-se de uma medicação com um pequeno sensor que informa ao seu médico se (e quando) você tomou os seus remédios.

Os pacientes que concordam em tomar a medicação digital —Abilify MyCite — assinam formulários de consentimento, permitindo que seus médicos e até quatro outras pessoas, incluindo membros da família, recebam dados que mostram a data e hora em que as pílulas são ingeridas.

A aprovação representa um avanço significativo no campo dos dispositivos digitais projetados para monitorar hábitos de pacientes. No entanto, mesmo sendo voluntária, a tecnologia desperta questionamentos em relação à proteção da privacidade.

O primeiro medicamento integrado a um sensor será um antipsicótico prescrito para pessoas com esquizofrenia, transtorno bipolar e, em conjunto com um medicamento antidepressivo, para transtornos depressivos maiores.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU