Microsoft, agora, ajuda máquina a ‘pensar’

 

Já faz tempo que filmes e estudos tentam retratar como será o futuro entre o ser humano e as máquinas – Seremos dominados por robôs? Haverá uma guerra com as máquinas? Como podemos tirar o máximo de proveito dessa tecnologia?

Mais recentemente, a Microsoft, está investindo no desenvolvimento de sistemas que ajudam a inteligência artificial a “pensar”, a prever comportamentos. Muitos projetos já estão sendo desenvolvidos também em parceria com outras companhias.

O motivo para os esforços com a inteligência artificial “é que os softwares de análise disponíveis atualmente já não são capazes de extrair todas as informações necessárias da gigantesca base de dados que se acumulam entre empresas, governos e indivíduos – o chamado Big Data”, cita a matéria do Valor.

Conheça alguns projetos de inteligência artificial da Microsoft com outras empresas:

  • Hospital 9 de Julho, em São Paulo: sistema monitora os pacientes por meio de sensores inteligentes e captam movimentos fora do padrão. Podem prever assim algumas situações e emitir alertas de segurança, como a iminência de alguém cair do leito.
  • Uber, nos Estados Unidos: sistema ajuda a evitar fraudes e dar mais segurança aos clientes. Ao aceitar uma corrida, o motorista tira uma selfie que é comparada em tempo real a imagem que existe no cadastro do Uber.
  • Volvo: sistema consegue ler a face do condutor do veículo e, assim, perceber se há sinais de desatenção, como piscar várias vezes os olhos ou esquecer a sinalização, também emiti avisos.

Prever o futuro nós não podemos, mas a imaginação é livre para perpetuar em uma relação entre homem e máquina que ainda vai dar muito que falar. Nos exemplos citados acima, as máquinas desempenham papel importante ao contribuir com a segurança das pessoas – Vimos o quanto essa tecnologia tem potencial para se superar sempre mais, agora ela já é capaz de interpretar o ser humano e produzir uma reação. Isto é incrível!

 

 

 

*Assunto baseado na reportagem do jornal Valor Econômico

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU