A Netflix das academias

 

É bom também ter conhecimento de cases empreendedores brasileiros que estão dando certo, para que a gente possa se inspirar.

Nada de ficar desanimado por causa do post passado. Enquanto as ações governamentais não colaboram como deveriam na missão do empreendedorismo e a gente ainda tem uma crise política e econômica para enfrentar, são muito bem vindas histórias motivadoras.

Em 2012, César Carvalho fundou a Gympass, uma espécie de “Netflix das academias”. A empresa funciona na pegada da economia compartilhada para oferecer ao usuário um novo jeito para praticar atividades físicas.

Tudo começou na tentativa de Carvalho de encaixar a prática esportiva na correria do nosso dia a dia. – Alguém se identifica? – Na falta de alternativas veio à ideia da Gympass. No serviço, a pessoa escolhe quando e qual estabelecimento e modalidade frequentar, e assim compra diárias avulsas ou pacotes com diárias ilimitadas. Hoje já está disponível um total de 6,5 mil academias espalhadas por 350 cidades do Brasil. Ao todo são 350 modalidades oferecidas. A startup que fica encarregada de negociar os preços com cada academia e assim repassar parte do valor do pagamento do aluno.

O foco atual da Gympass é o meio corporativo. Cerca de 120 empresas já aderiram ao programa, como Unilever e Albert Einstein. O objetivo é oferecer aos funcionários mais flexibilidade e escolha na hora de praticar atividade física, além é claro, do ganho na saúde de cada um.

A Gympass se expandiu para o México no ano passado, onde tem mil academias cadastradas. Os novos planos são chegar ao mercado espanhol.

Há sim diversas barreiras brasileiras que dificultam o empreendedorismo. Há também aquelas que envolvem qualquer novo negócio: custos, tempo, disposição, ousadia, inovação e outras diversas. Como um empreendedor, eu digo tudo isso vale a pena. Ter o seu próprio negócio é a todo tempo desafiador e estimulante. Sem dúvida, essa energia faz a vida ter um novo sabor.

 

 

 

*Artigo baseado na reportagem da revista Isto É Dinheiro

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU