Com o mundo a seus pés

Comentário da matéria “Com o mundo a seus pés”

Revista Veja

 

Minha brincadeira favorita era decorar a tabuada. Um dia descobri que o computador podia fazer 100 milhões de operações em 1 segundo e vi que eu nunca ia ser tão rápido. O melhor seria me unir a ele”, diz Michel Zelazny, 17 anos, um dos dois brasileiros que irá competir na Olimpíada Internacional de Informática, em Taiwan.

Programação; algoritmos; linguagem dos computadores: palavras que pertencem a uma verdadeira revolução digital dos dias atuais, e que já estão se tornando o segundo e obrigatório idioma uma geração que já nasceu imersa em tecnologia e conectada com o mundo.

Aprender a escrever programas fortalece a mente e estimula uma forma de analisar as coisas que eu considero útil em todas as circunstâncias”, fala Bill Gates, fundador da Microsoft.

Para se ter uma ideia, os ingleses já incorporaram a programação ao currículo escolar básico – e algumas escolas ensinam algoritmos para crianças de 5 anos. Existem também outros métodos gratuitos e abertos ao qualquer público, como o Scratch e o Gamestar.

“A programação é indispensável no desenvolvimento de dispositivos inteligentes – de aplicativos a mísseis e satélites. Qualquer país que almeje se firmar como potência tecnológica precisa de um exército de programadores”, afirma o especialista Ednilson Ferreira.

Essa nova geração imersa no mundo digital promete revolucionar o modo como lidamos com os computadores. Programar já deixou de ser uma vantagem de competitiva, e como diz a matéria da Revista Veja, tornou-se uma segunda língua obrigatória. Para você, a dica é começar a entender mais sobre esse idioma para não ficar para trás.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU