Mudar, crescer e encontrar caminhos

Apesar de conhecer o Reilly há muito tempo (desde a década de 1990) só recentemente (2007) é que passei a conviver com ele. Agora recebi uma solicitação de escrever algo sobre ele e essa não será uma tarefa fácil.

Como diz meu colega Gelson Garcia: Amigo não tem defeito, tem características!

Só que vivo um dilema: Como falar bem do seu patrão sem parecer babaca e puxa-saco? E como apontar algumas características negativas sem ser demitido?

Para resolver isso, terei de apelar para as obviedades.

Desde que conheci o Reilly nunca o vi em uma fase tão animada. Todos os dias ele se renova para seguir com sua nova empreitada. Movimentar e motivar os empresários goianos de TI a juntarem forças para elevar o nível de competitividade das empresas.

Ele tem se virado prá isso acontecer. Pessoa de uma timidez, habilmente disfarçada, foi preciso superar essa característica para enfrentar essa empreitada. Habilidoso em negociar, tem tratado com os empresários de forma pessoal, demonstrando suas convicções sobre as reais possibilidades que as empresas goianas têm de destacarem-se no mercado nacional de TI. Para capitanear esse movimento, teve de vencer outra característica: a discrição. Sempre foi um bom articulador de posições vanguardistas, mas nunca se colocou nas posições de frente das entidades, para sua auto-preservação. No entanto, agora isso não foi possível, pois nas primeiras tentativas de aglutinar empresários, sempre ouviu: Se você estiver na frente eu te apoio!

Então ele deixou a discrição de lado e aceitou ser o novo presidente da COMTEC. Essa decisão fez com ele fizesse mudanças na sua segunda grande paixão: a Tron. Com características centralizadoras, ele está tentando se acostumar com a ideia de delegar tudo (aos poucos) para seus executivos. A Tron é como uma filha e não é fácil deixar que outros cuidem de seus filhos, mesmo que eles já tenham alguma maturidade. Mas o Reilly sabe que isso é uma necessidade. Não será fácil atuar em duas frentes e como o movimento empresarial de TI em Goiás ainda é uma criança de colo, nada mais sensato do que deixar a Tron andar com certa autonomia.

Outra característica de destaque é a sua inquietude por conhecimento. Já o caracterizei como “traça” de livros. Ele vive em constante busca por conhecimento e informação. Dono de um espírito empreendedor e inovador, o Reilly está sempre na busca da vanguarda das tendências de tecnologia e negócios. Muito do seu sucesso empresarial se deve a esse espírito, que não resiste aos desafios de fazer na sua pequena empresa o que grandes playeres mundiais fazem.

Todos sabem de sua inserção no mundo das redes sociais e de sua busca por transformar essa tendência em diferenciais da Tron. Nessa área tem buscado mostrar ao mercado que não devemos deixar que essa tendência nos engane, não é um simples modismo! Afirma, com a certeza de quem vê cenários que ainda estão obscuros para a maioria.

É perfeccionista e ansioso, e perde a paciência, quando as coisas não acontecem com o requinte de detalhes que ele espera. Mas isso, também, tem sido objeto de mudança. Ele busca ensinar seus novos colaboradores a cuidar da Tron com o mesmo carinho que ele a trata, desde seu nascimento.

Esses tempos de muitas mudanças mexem conosco. Mas no final das contas, são mudanças que resultam do amadurecimento desse empresário disposto a levar todos na direção do sucesso.

Para mim, resta agradecer a oportunidade de participar desse momento.

Obrigado pela amizade e confiança!

Jeferson Sena

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU