Nova tecnologia promete smartphones que se recarregam em segundos

Pesquisadores da Universidade de Waterloo usaram a nanotecnologia para melhorar os supercapacitores e, dessa forma, abrir caminho para a criação de dispositivos eletrônicos que se recarregam em segundos.

Os supercapacitores são usados há anos em diversas aplicações na indústria, mas sua capacidade de armazenamento de energia é cerca de dez vezes menor que a das baterias recarregáveis presentes em dispositivos eletrônicos.

Para amplificar a capacidade de armazenamento, os cientistas desenvolveram um método para cobrir com um líquido oleoso salgado as finas camadas de grafeno nos eletrodos. Essa mudança aumentou de forma dramática a área de superfície exposta, maximizando a capacidade de armazenamento.

E o líquido também cumpre a função de eletrólito para a condução da energia, reduzindo o tamanho e o peso dos supercapacitores. Nos experimentos, os pesquisadores foram capazes de dobrar a capacidade de armazenamento dos supercapacitores.

Entretanto, Pope alerta que mesmo com avanços futuros, dificilmente os supercapacitores alcançarão a capacidade das baterias. Mesmo assim, disse o pesquisador, eles têm potencial para alimentar dispositivos eletrônicos, como laptops, smartphones e veículos elétricos, além de poderem ser usados para capturar a energia perdida na frenagem de ônibus e trens.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU