A vitória dos nerds

 

O ambiente de muitas empresas tradicionais está mudando com a chegada de novas mentalidades, são jovens nerds que estão levando para dentro das companhias suas ideias inovadoras e um ar muito mais despojado.

A estratégia de empresas como Bradesco, Itaú, Ambev, Natura, Maganize Luiza, Mastercard e Telefônica, é quebrar suas estruturas burocráticas e trazer novas ideias para seus negócios.

“As startups desafiam nossos tempos e burocracias. Esse espírito empreendedor nos traz um novo combustível”, diz o vice-presidente de inovação da Natura, Gerson Pinto. Para isso, as empresas promovem hackathons – uma espécie de olimpíada de desenvolvimento -, e até criam laboratórios e aceleradoras.

O Bradesco criou o InovaBRA, um programa que seleciona startups que podem ajudar o negócio do banco. A Telefônica fundou a aceleradora Wayra que já possui mais de 40 acordos com startups que se transformaram em produtos para ela. O Itaú inaugurou o Cubo, projeto de coworking que reúne startups, empreendedores e investidores.

Essa é uma troca especialmente produtiva para ambas as partes. Tantos os executivos levarem para dentro das empresas jovens com uma visão diferente e mais moderna a respeito das novas tendências, das mudanças de hábitos, inovação, etc. Como as companhias que já possuem uma boa estrutura física, executivos com conhecimento e experiência, e claro, o que as startups mais procuram: alguém que esteja interessado em investir em seus projetos.

 

 

*Assunto extraído da revista Isto É Dinheiro

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU