Cartão pra quê?

 

Com a ascensão das tecnologias, o setor financeiro se apressa para atender as novas demandas. A tendência é que os consumidores usem cada vez menos dinheiro, cheque e cartão, pois tudo isso estará inserido dentro do seu dispositivo móvel.

Através do smartphone, por exemplo, nós já conseguimos realizar diversos tipos de transações de bancos, assim como pedir comida, comprar um livro, etc. A grande aposta está agora no mobile payment, ou pagamento móvel: através de aplicativos é só colocar o celular próximo as maquininhas de cartão de crédito para o pagamento ser efetuado.

O número de smartphones cresce cada vez mais, esse fator é de extrema relevância para os pagamentos móveis. Segundo o Ibope, em 2013 no Brasil 134 milhões de pessoas, com idade a partir de 10 anos, possuíam um celular. Esse número já deve ter quase dobrado atualmente.

O mercado de smartphones ainda tem imensas possibilidades de crescimento, e me parece que esses aparelhos se tornaram ainda mais indispensáveis. Os empreendedores devem ficar atentos a essas mudanças para inserir as novidades em seus negócios. Quem fica para trás corre o risco de perde tempo, dinheiro e clientes. Acho interessante essas inovações que trazem mais facilidade ao nosso dia a dia, mas me preocupo com a segurança no mundo digital. Os mesmo esforços para desenvolver essas novas modalidades devem se estender as ferramentas que se comprometem em deixar os dados do consumidor sempre seguros.

 

 

*Assunto extraído da Revista HSM

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU