Crescimento da Samsung é visto como ameaça pela Google

Comentário da matéria “Crescimento da Samsung é visto como ameaça pela Google”

Jornal Valor Econômico

 

215,8 milhões de smartphones da Samsung, praticamente todos com Android, foram vendidos em 2012. Este número responde por 39,6% do mercado mundial – o que torna a empresa sul-coreana campeã em vendas de smartphones no mundo. No quadro de tablets, a empresa também não fica para trás – a fatia da Samsung saltou para 27,9% no quarto trimestre, comparado com 15,6% um ano antes. Os dados são do instituto de pesquisas IDC.

A partir deste contexto, você deve imaginar que a parceria entre Samsung e Google (responsável pelo sistema operacional Android) é indissolúvel, justamente pelos ótimos resultados alcançados. Porém não é assim que o mercado está respondendo.

O Jornal Valor Econômico nos esclarece que os executivos da Google receiam que a Samsung tenha se tornado tão grande – a empresa sul-coreana vende cerca de 40% dos aparelhos que usam o software Android – que poderia forçar uma renegociação dos acordos entre elas e tomar parte do lucrativo negócio de publicidade em aparelhos móveis.

Como uma provável maneira de conter os riscos, a Google adquiriu a Motorola Mobility, que fabrica smartphones e tablets que rodam o Android, serviu como apólice de seguros contra a possibilidade de uma fabricante como a Samsung ganhar muito poder sobre o Android.

Oficialmente não há respostas, mas o Google anda conversando com outras empresas para serem parceiras no desenvolvimento conjunto de outras opções de smartphones que rodam o Android.

Uma parceria forte como Samsung e Google não se desfará, mas o atual cenário mostra-nos a disputa de gigantes em torno de competitividade. Devemos perceber este case como uma importante lição do que é verdadeiramente inteligência de mercado e estratégia nos negócios.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU