Para Eduardo Saverin, o futuro está na Ásia

Comentário da matéria “Para Eduardo Saverin, o futuro está na Ásia”

Revista Exame

 

Eduardo Saverin – o personagem brasileiro cocriador do Facebook – aposta no mercado asiático como grande promissor de novas tecnologias e inovação. A confiança é tanta que o jovem investidor renunciou à cidadania americana pra mudar-se para Cingapura.

“A China é atraente pelo seu enorme tamanho, enquanto o Japão e a Córeia do Sul oferecem mercados mais desenvolvidos, robustos e monetizáveis”, disse Saverin. Ele também destaca o forte sistema de ensino e o apoio do governo a empresas iniciantes, principalmente na cidade de Cingapura.

“Investir em novas empresas focadas em melhorar a experiência interativa do consumidor” – este é o objetivo que declarou Saverin durante sua participação em uma conferência promovida pelo The Wall Street Journal em Cingapura. Não se trata de descobrir um novo Facebook, mas estimular outros empreendimentos inovadores.

Quando você olha para o crescimento da internet e dos dispositivos móveis, é o centro do mundo com relação a onde estará a base consumidora no futuro”, afirma Saverin dando sinais de quais são seus focos de investimento.

O exemplo de Saverin nos mostra como há investidores de olho em novos mercados. O Brasil também é zona tática, mas precisa cada vez mais atentar-se a sua participação. Nos tornar mais competitivos, exigir políticas públicas de incentivo a pesquisa e inovação  e termos foco no empreendedorismo fazem para do caminho a seguir.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU