Calcule o ROI das Mídias Sociais

Comentário “Calcule o ROI das mídias sociais

Revista HSM Management, maio e junho de 2011

O estudo da consultoria Nielsen feito com 10 países – incluindo Estados Unidos, França e Alemanha – mostra que 86% dos usuários ativos de internet no Brasil usam algum tipo de rede social. Em média, eles passaram cerca de cinco horas navegando nesse tipo de site no último mês de abril. As redes sociais foram responsáveis por quase 25 bilhões de visualizações de páginas de internet no Brasil, o que dá ao país a marca de segundo maior do mundo em visitas a sites de relacionamentos, atrás apenas dos Estados Unidos.

Uma pesquisa da comScore Media Metrix sobre o perfil dos usuários de internet desmistificou um dos mais conformados clichês: o de que somente os adolescentes estão online. Os dados demonstram que nos Estados Unidos, adultos com idades entre 45 e 54 anos passam até 2 horas por mês a mais na internet que jovens de 15 a 24 anos. São mais consumidores e formadores de opinião na rede.

O mundo coorporativo quer aproveitar os milhares de potenciais clientes que estão conectados, principalmente no Brasil, onde o número de visitantes de site de relacionamento é crescente. Entretanto, por se tratar de uma nova mídia, os empresários estão aprendendo a lidar com as redes sociais e os benefícios que elas trazem às organizações.

Acostumados com o “Retorno sobre o Investimento” (ROI), os empresários estão percebendo que nem sempre a “moeda corrente” é a melhor forma de medir os lucros do uso das redes sociais. Como bem descrito pela revista HSM Management, dos meses de maio e junho, na reportagem “Calcule o ROI das Mídias Sociais”, “embora os altos executivos certamente precisem de números para saber se seu investimento está se pagando, querer apenas isso tem raízes na mídia tradicional, de massa”.

O ambiente das mídias sociais é formado e controlado pelos consumidores, então, são os próprios que ditam as regras. O papel da empresa quando decide optar fazer parte das redes sociais está em construir relacionamentos, adentrando-se as motivações de uma pessoa a usar mídias sociais.

Se o objetivo é construir relacionamentos, a medida para avaliar o retorno sobre os investimentos em redes sociais ultrapassam o mensurável. O número de visitas e o tempo gasto são importantes, mas também algo como o grau de atratividade dos comentários e o número de citações correspondem mais ao conceito inovador de comunicação e marketing, que as redes sociais se propõem.

 

Tabela sugerida pela HSM Management como um das formas de mensurar o ROI nas redes sociais. Clique na figura para aumentar.

Metodologias como aplicativos ajudam a avaliar a interferências nas redes sociais e acompanhar o que andam falando de uma empresa. Sistemas online estão disponíveis a quem acredita que conteúdos gerados por usuários também podem influenciar na percepção da marca e em longo prazo interferir em números como participação no mercado e conquista. Ferramentas facilitam o trabalho, tornando-o mais prático e viável.

As redes sociais estão mudando o jeito de se fazer negócios e principalmente marketing. De forma muito mais colaborativa, empresas que estão online percebem que estar na rede é uma chance para conhecer os fãs de suas marcas, valorizando-os e maximizando suas opiniões. Em contrapartida, há a possibilidade de se defender e esclarecer possíveis equívocos quando se depara com um comportamento insatisfeito de alguém.

Compartilhe no Google Plus

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU